AgroEconomia

Cresce volume de açúcar negociado pelas usinas paulistas; commodity fecha em baixa em NY

No estado de São Paulo aumentou, na última semana, o volume negociado de açúcar cristal. A informação é do Cepea, que consultou compradores e estes afirmaram que estiveram um pouco mais ativos nas aquisições do adoçante.

No estado de São Paulo aumentou, na última semana, o volume negociado de açúcar cristal. A informação é do Cepea, que consultou compradores e estes afirmaram que estiveram um pouco mais ativos nas aquisições do adoçante.
Na semana passada (22 a 26 de outubro), usinas paulistas chegaram a baixar os preços, mas voltaram a aumentar os valores de suas ofertas no restante dos dias. A média, nesta época, foi de R$ 65,88/saca de 50 kg, 1,6% maior em relação à semana anterior (de 15 a 19 de outubro), quando a média foi de R$ 64,84/saca de 50 kg.

Ontem (30) , o indicador Cepea/Esalq para o açúcar cristal, estado de São Paulo, fechou em R$ 65,98/saca de 50 kg, queda diária de 1,02%.

Cotações internacionais
Os contratos futuros do açúcar fecharam em queda nessa terça-feira (30) nas bolsas internacionais. Em Nova York, os contratos com vencimento para março/19 fecharam em 13.32 centavos de dólar por libra-peso, desvalorização de 18 pontos. Os contratos para maio/19 foram firmados em 13.45 centavos de dólar por libra-peso, baixa de 17 pontos.

Em Londres, os contratos futuros para dezembro/18 fecharam em US$ 358,80 a tonelada, queda de 5,90 dólares. Já os contratos para março/19 recuaram 5,50 dólares, firmados em US$ 359,10 a tonelada.

Etanol
Pelo índice Esalq/BM&F o etanol hidratado fechou em baixa nesta terça-feira. O metro cúbico do biocombustível foi vendido a R$ 1.815,00, desvalorização de 0,30% no comparativo com o dia anterior.

 

Fonte: Udop

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo