AgroEconomiaAgroGeral

De olho na paridade de exportação, algodão interno sobe em setembro

Porto Alegre, 4 de outubro de 2019 – Tendo como balizadora a paridade de exportação, os preços domésticos do algodão encerraram setembro com alta de 0,41%. No CIF de São Paulo, a indicação estava em R$ 2,46 por libra-peso no último dia do mês. Conforme o analista de SAFRAS & Mercado, Élcio Bento, o aumento de produto no disponível começa a gerar pressão. “Porém, lotes de melhor qualidade são comercializados com prêmio, já que a oferta para este padrão segue restrita”, pondera.

No FOB do porto de Santos, as indicações no início desta sexta-feira (04) eram de 62,04 centavos de dólar por libra-peso, valor 0,54% superior à cotação do contrato de dezembro na Ice Futures de Nova York. Há uma semana, era 0,93% superior; há um mês, 3,8%; e há um, ano 6,95%.

“Os números acima mostram que o produto brasileiro está alinhado ao do seu maior concorrente no mercado internacional, os Estados Unidos”, comenta Bento. Esse é um movimento esperado nesta temporada em que a produção nacional gera um excedente superior a 2,0 milhões de toneladas (pluma) em relação ao consumo interno.

Nesse contexto, o desempenho das vendas externas será uma variável chave a ser acompanhada nos próximos meses. Até o final do último mês de setembro, o país havia embarcado 292,87 mil toneladas, uma elevação de 125% em relação às 130,37 mil toneladas exportadas até o final do mês de setembro de 2018.

O superávit de produção em relação ao consumo no ciclo comercial 2019/20 é de 2,035 milhões de toneladas, contra 1,345 milhão de toneladas da anterior. “Até o momento, os embarques correspondem a 14,4% do saldo exportável da atual temporada”, destaca o analista. Na temporada passada, até o final de setembro, correspondiam a 9,7% do saldo. “Isso mostra o ritmo nos primeiros meses tem sido bom”, finaliza.

Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2019 – Grupo CMA

Fonte: Safras & Mercado

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar
Fechar