AgroEventosAgroGeral

IBM e Enveritas conduzem projeto conjunto para levar tecnologia e práticas sustentáveis a pequenos agricultores de café na África e América Latina

Tecnologia de IA vai apoiar pequenos cafeicultores, além de ajudar a combater a pobreza global no setor cafeeiro até 2030

Na última quinta-feira, Dia Mundial do Solo, a IBM e a Enveritas, uma ONG americana que visa levar práticas sustentáveis ao desenvolvimento econômico e social dos pequenos cafeicultores, assinaram um projeto conjunto para a realização de testes do AgroPad, tecnologia baseada em IA desenvolvida pelo Laboratório de Pesquisa da IBM Brasil, que permite a análise química e remota de solo.

O AgroPad é um dispositivo de papel, do tamanho de um cartão de visita, onde está embutido um pequeno chip que, em contato com uma amostra de solo, reage mostrando diferentes cores de acordo com a concentração de elementos, como pH, alumínio, nitrito, magnésio e cloreto. Os resultados também contêm informações sobre o local armazenado na nuvem IBM a partir de qual a amostra foi coletada. A análise detalhada é realizada por um aplicativo para smartphone, que coleta e analisa os dados e fornece resultados ao usuário.

IBM Research e Enveritas já conduziram testes iniciais este ano em pequenas propriedades rurais em Uganda. Testes de campo adicionais estão em andamento atualmente no Rio de Janeiro e em São Paulo, no Brasil. A Enveritas espera que o AgroPad possa ajudar em sua meta de acabar com a pobreza global no setor cafeeiro até 2030 e fornecer meios para ajudar todos os cafeicultores a participarem de uma indústria cafeeira globalmente sustentável em termos sociais, econômicos e ambientais.

De acordo com o diretor executivo da Enveritas, David Browning, a maioria dos pequenos cafeicultores não tem acesso a mercados de alto valor para o café sustentável. “Eles são excluídos, não necessariamente porque suas práticas estão aquém dos padrões de sustentabilidade, mas porque o acesso às práticas de validação de suas atividades é mais desafiador”, afirma. “Suas fazendas são menores, não estão organizadas em grupos, seus suprimentos não são agregados de forma consistente e eles vivem em lugares de difícil acesso, em países da África, Ásia, América Central e do Sul”, completa Browning.

O típico produtor de café atendido pela Enveritas possui menos de dois hectares de terra, vive com menos de US$ 2 por dia e depende de colheitas comerciais para obter a renda de suas famílias. Para atender estes produtores, a Enveritas desenvolveu um conjunto de 30 padrões que aproveitam a tecnologia para aferir a sustentabilidade a um custo muito menor do que outras certificações e oferece verificação de sustentabilidade para pequenos agricultores sem nenhum custo.

Os resultados dos testes de campo conduzidos com a IBM Brasil e o AgroPad serão adicionados ao conjunto de métricas já utilizadas pela Enveritas para verificação gratuita das práticas de sustentabilidade, que vai da análise de imagens de satélites a machine learning para busca de pontos de desmatamento. Juntas, todas estas informações permitirão interpretar resultados de sustentabilidade em um contexto local e a aproximação entre produtores, compradores e o comércio local, apoiados por um entendimento comum de problemas na cadeia de suprimentos.

A partir deste projeto, IBM e Enveritas também pretendem entender melhor o ambiente, o contexto e as pessoas que potencialmente irão usar o AgroPad, bem como desenvolver um material educacional para treinar e capacitar futuros usuários da tecnologia.

“Pretendemos provar o funcionamento do AgroPad para estes pequenos produtores de café e conseguir investidores que levem o produto a todas as fazendas que já visitamos, que somam mais de 100 mil propriedades rurais nos últimos dois anos”, afirma Browning, da Enveritas. “Queremos mostrar a importância de unirmos pesquisa ao trabalho de campo e comprovar os potenciais benefícios que esta colaboração conjunta pode trazer para o desenvolvimento socioeconômico destes pequenos agricultores”, conclui.

Para Mathias Steiner, gerente de tecnologia industrial e ciência do time de pesquisa da IBM Brasil, “existe uma grande oportunidade de oferecermos um impacto positivo e direto na vida destes pequenos agricultores e mostrar que a tecnologia pode ser acessível a todos, trazendo benefícios para toda a sociedade”.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar
Fechar