AgroGeral

Janela da safrinha de milho em 2020 deve ser mais curta, diz AgRural

Para a consultoria, colheita tardia de soja deverá levar semeadura do cereal até o mês de março

O período ideal (janela) de plantio para a safrinha de milho do Brasil no ano que vem deve ser mais curto, já que a irregularidade das chuvas nas últimas semanas fez com que a semeadura de soja se atrasasse em diversos Estados do Centro-Sul do País. A projeção é da consultoria AgRural. “Uma colheita mais tardia (de soja) vai fazer com que o plantio do milho comece e termine um pouco mais tarde do que o normal, estendendo-se março adentro”, estima a consultoria em boletim divulgado nesta terça-feira (26/11).

Para a AgRural, 53% da área de milho safrinha no Paraná estará plantada no fim de fevereiro, ante 56% em 2018 e 71% em 2019. Embora a janela para o plantio da segunda safra termine na segunda quinzena de março, plantar no terceiro mês do ano é mais arriscado “porque esse milho irá polinizar sob condições potencialmente menos favoráveis”, como dias mais curtos, que podem incluir chuvas e eventualmente geadas.

O risco maior vale para Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso do Sul. A exceção, para a AgRural, é Mato Grosso, onde a projeção é de plantio de 90% da área até o fim de fevereiro do ano que vem, ante 93% no mesmo período de 2019.

A consultoria, que divulgará na primeira quinzena de dezembro a projeção inicial de área plantada de milho safrinha no ano que vem, afirma que preços firmes do cereal no Brasil “tendem a estimular o produtor a plantar mais ou a pelo menos manter a área semeada em 2019”.

Fonte: Portal do Agronegócio 

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar
Fechar