AgroNegócioAgroTecnologia

Plataforma reúne dados de 47 anos da agropecuária brasileira

Pela primeira vez, no Brasil, os dados dos censos agropecuários realizados pelo IBGE, de 1970 a 2017 estão disponíveis, organizados e permitem cruzamento de informações por ano, produto, município e estado

Pela primeira vez, no Brasil, os dados dos censos agropecuários realizados pelo IBGE, de 1970 a 2017 estão disponíveis, organizados e permitem cruzamento de informações por ano, produto, município e estado. A mesma coisa vale para as informações sobre as pesquisas municipais sobre pecuária, extração vegetal na silvicultura, abate e agrícola de 1990 a 2017. Nesse caso, os dados podem ser filtrados por município, microrregião, mesorregião, estado, região e bioma. E, em todos os casos é possível a geração de gráficos da pesquisa realizada.

Essas funcionalidades estão disponíveis na plataforma digital do Atlas da Agropecuária Brasileira, um enorme banco de dados sobre o uso da terra e da safra brasileira, fruto da parceria do Imaflora e Geolab/Esalq-USP.

A intenção ao organizar as informações e torná-las públicas, de forma simples, é facilitar outros estudos, análises e pesquisas sobre o setor, além de identificar tendências. O aumento progressivo de atividades agropecuárias em direção ao Cerrado e a entrada na Amazônia é perceptível, assim como o aumento da área de produção de commodities em detrimento de uma recente diminuição da área de alguns alimentos, como o arroz e o feijão. E, embora ainda não haja uma análise formal dos pesquisadores sobre a série histórica é possível constar que, ao longo dos anos, houve aumento da produção, da produtividade e da concentração de terras, com a tendência de incorporação dos produtores médios pelos grandes.

Nesse momento, a plataforma quer responder a três perguntas: o que se produz, quanto se produz, onde e, em que período de tempo. “Com o tempo, devemos agregar outras informações”, explica Luis Fernando Guedes Pinto, gerente do Imaflora.

 

FONTE: IMAFLORA

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo